Pisco peruano, pues!

Não apenas vinho podemos elaborar a partir de uvas. Uma série de destilados da uva e do seu bagaço são feitos ao redor do mundo. Um dos mais populares é a Grappa italiana, obtida através da destilação de tudo o que resta do cacho da uva e as suas cascas. Os vizinho europeus também tem o mesmo costume e batizaram seus destilados com nomes diferentes: Orujo (Espanha) e Bagaceira (Portugal) são bons exemplos.

Alguns destilados são obtidos a partir do mosto fermentado de uvas, sendo o Cognac o mais famoso deles. A coloração âmbar da bebida vem do seu envelhecimento em barris de carvalho por vários anos.

Já na America do Sul, o exemplo mais expressivo deste tipo de bebida é o Pisco, cujas origens remontam ao Vale do Ica Peruano. A produção de uvas e de Pisco se estende pelo sul deste país e a cruza fronteira seguindo pelo norte Chileno. O Chile, país comerciante e exportador por excelência, acabou levando a fama deste aguardente. No entanto, é no Peru onde o Pisco é patrimônio nacional, parte da história e da cultura do povo.

Visitamos em Lima uma tradicional taberna pisqueira, onde aprendemos duas receitas de coquetéis a base de Pisco, confira:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s